24 de agosto de 2010

Programa de domingo

No domingo saí em busca (quase desesperada) de uma pauta. Fomos (eu e meu namorado) rumo à construção do eixo norte da RSC-471 e enfrentamos muita poeira e calor. Conseguimos chegar até Herveiras e logo chegamos à triste conclusão de que não havia, ao longo de todo aquele trecho, nenhum bar para que pudéssemos comprar uma água mineral. Para piorar a situação, os caminhões iam (carregados de pedra) de um lado para o outro, levantando o máximo de poeira possível e fazendo um barulho ensurdecedor.

Ao avistar o viaduto (Vale do Sol) achei que tivesse algum evento ou inauguração. Mais de 50 pessoas estavam do lado de cá da obra, só apreciando. Pai, mãe, vô, vó, filho, cachorro: estavam todos lá. Enfrentar poeira, barulho, calor e falta de água por uma pauta eu até entendo, mas isso tudo por um programa de domingo é demais.

A pauta caiu, uma nova surgiu e o desespero passou. Mas isso é assunto para outro post.

8 comentários:

Pedro Piccoli Garcia disse...

A Luana Backes é repórter de aventura. Sempre passa por uma dessas pra fazer reportagem, ou à caça de pautas. Vale dar uma olhada em um teleweb do semestre passado em que ela perambulou por festas de interior. Divertidíssimo.

Mas compensa, né? Ela achou uma história bem interessante. Sobre a qual saberemos mais na sequencia.

Vanessa Kannenberg disse...

Tô hiper curiosa pra saber a nova pauta. Mas também pra saber se vocês conseguiram ou não água. Conta!

Luh disse...

Conseguimos um refrigerante (que esquentou em 5min) em um bar de um dos desvios. Minha calça preta chegou marron e meu corpo doía muito. Chamo isso de indiada.

Blog da Emilin disse...

Não há foca que não tenha vivido uma indiada. João, Willian e eu, em 2008, quase tivemos que vir a pé de Venâncio.
Foi horrível quando aconteceu, mas até hoje rimos muito quando lembramos do fato.

Lua Rodrigues disse...

O melhor de tudo sempre são as "indiadas". Elas rendem assunto por muito tempo! Quando passa a gente ri.

Nairo Orlandi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Nairo Orlandi disse...

Sem falar quando as indiadas rendem matérias! Lembro uma que a Lu fez uma vez...girava em torno da história de um pneu que furou rsrsrsrs

Willian disse...

Depois dessa indiada, uma excelente ideia de pauta no dia seguinte.

Agora concordo com o Pedro: a Luana está sempre metida em aventura nas matérias dela. Já tem boas histórias para contar, hein!