24 de junho de 2016

Por que Jornalismo?

Por que Jornalismo? Essa é uma pergunta que faço a mim mesma desde o primeiro dia em que ingressei na faculdade e, de verdade, ainda não sei bem ao certo a resposta. Se é que existe. Aos olhos dos outros o fazer Jornalismo pode ser algo simples. Basta ver, ouvir e passar adiante, da maneira mais fiel, e interessante possível as notícias. Diria que não estão totalmente errados mas, às vezes, a profissão pede algo que não estamos preparados, como no caso da tragédia em Santa Maria que matou mais de 240 jovens.

A linha tênue entre a Exceção e o livro de Eliane Brum


Mesmo que A vida que ninguém vê, da escritora Eliane Brum, seja leitura obrigatória para os estudantes de Jornalismo ou para qualquer pessoa interessada na realidade cotidiana, principalmente dos seres humanos, acredito que muitos ainda possam não ter lido. Pelo simples fato de que são muuitas as leituras obrigatórias ou pelo simples fato de não terem conhecimento. Mas como está nas referências básicas da disciplina de Jornalismo de Exceção e acredito que é de grande importância resolvi compartilhar, aqui, minhas impressões sobre a obra. O livro nos leva à uma extensa reflexão e propõe o desafio de ampliar o olhar para a vida que nos rodeia. Pois olhar não basta, é preciso perceber e sentir.

Bastidores do bate-papo de 10 anos da Exceção

Como surgiu o nome Exceção? Afinal, qual o propósito da revista? Seria uma oportunidade para nós, acadêmicos, colocarmos em prática a redação para revista? O que vamos levar para a vida profissional após a disciplina de Jornalismo de Revista? Esses e outros questionamentos foram debatidos no dia 2 de junho, na sala 101 da Unisc, quando aconteceu o painel 10 anos de Exceção – A revista em pauta, que neste ano comemora 10 anos da primeira publicação laboratorial produzida por estudantes de Jornalismo do Curso de Comunicação Social.

1 de junho de 2016

Exceção comemora 10 anos com painel sobre jornalismo de revista

Às 19 horas desta quinta-feira, 02 de junho, na sala 101 da Unisc, acontece o painel “10 anos de Exceção – A revista em pauta” que comemora os 10 anos da publicação laboratorial produzida por estudantes de jornalismo do Curso de Comunicação Social da universidade. O evento terá como convidados os jornalistas e ex-alunos do curso Francine Rabuske Schwengber, Poliana Pasa, Letícia Mendes e Gelson Pereira.

17 de maio de 2016

Exceção e seu projeto gráfico

 As primeiras páginas da revista Exceção estão começando a ganhar forma. E nessa edição, ela vem recheada de boas reportagens, fotografias e ilustrações. Pensar no layout desse conteúdo é uma tarefa difícil.Mais do que simplesmente jogar material nas páginas, é preciso planejar a sua disposição de maneira estética e funcional, de modo que valorize o conteúdo e seja capaz de transmitir uma mensagem visual.

7 de maio de 2016

Dica para os estudantes de Comunicação

Comunicadores, especialmente os jornalistas e estudantes de jornalismo,precisam estar sempre atualizados. Isso não é uma novidade, afinal, ouvimos os professores da faculdade nos dizerem isso desde o primeiro dia dentro da sala de aula.

28 de abril de 2016

A introdução da cultura digital em sala de aula

Créditos: Portal Aprendiz
A pauta “Mídias digitais como aliadas da educação” rendeu, e continua rendendo, muitas pesquisas. O motivo é claro. Não quero escrever uma reportagem que, basicamente, aborde se uma criança pode ou não utilizar o celular na sala de aula, se realizar atividades em frente ao computador ajuda ou atrapalha o aprendizado, ou, ainda, entrar no dilema se estudar com ebooks é melhor ou pior. O objetivo vai além e, para isso, comecei a ir atrás de mais conteúdos sobre o assunto.
Me deparei, então, com o pesquisador Dilermando Piva Junior, Doutor em Engenharia de Computação pela UNICAMP na área de Automação – Inteligência Artificial e Ensino a Distância, professor pleno da Faculdade de Tecnologia de Indaiatuba (FATEC) e coordenador de Educação a Distância do Centro Paula Souza para o Ensino Superior. É ele o autor do livro Sala de aula digital: uma introdução à cultura digital para educadores, que propõe uma discussão e sugestões de ferramentas para que os educadores possam fundamentar e utilizar a cultura digital como meio de acesso às novas tecnologias à sala de aula.
Após a leitura, surgiu a intenção do objeto de estudo: professores que estão fazendo a diferença quando falamos de “cultura digital”. E o melhor: profissionais daqui, de pertinho. A ideia foi buscar cases de educadores de diversos níveis – desde séries inicias até graduação – e mostrar as iniciativas adotadas por eles. Uma das entrevistadas, a professora Angela Dreissig, daqui de Santa Cruz do Sul, teve uma ideia inovadora. Com a ajuda de seu filho, o programador Mauro Dreissing, criou o aplicativo "Física Básica" para dispositivos móveis. Com ele, o objetivo da educadora é ajudar os alunos a estudar, revisar conteúdos e testar seus conhecimentos. O resultado desta criação e demais cases você confere na edição impressa da Exceção.

29 de março de 2016

Para Exceção, Mariana Godoy fala sobre seu programa na RedeTv!

A jornalista Mariana Godoy permaneceu por mais 20 anos de sua vida trabalhando na Rede Globo, mas, em 2014, deixou a emissora. Para Revista Exceção, a apresentadora falou sobre o sucesso de seu talk show na RedeTv!.

Apresentado ao vivo, todas as sextas-feiras, o programa Mariana Godoy Entrevista recebe, a cada semana, um convidado em evidência com o momento político, cultural e social do país, e mostra ao público uma faceta pouco conhecida de seus entrevistados.

17 de março de 2016

Revista Exceção visita as vítimas do maior desastre ambiental do Brasil

Moradores de Bento Rodrigues, distrito que foi engolido pela lama da Samarco, ainda estão vivendo em hotéis, pousadas e casas alugadas pela mineradora depois de quase cinco meses da tragédia. O repórter Régis de Oliveira Júnior e o fotógrafo Cesar Lopes visitaram as vitimas, que ainda não sabem onde vão reconstruir suas vidas. A barragem que se rompeu em Mariana (MG) tinha sete anos.