24 de agosto de 2010

Autosport: a revista para quem respira velocidade

Quem gosta de automobilismo, tem uma parada obrigatória no mercado editorial: a revista britânica Autosport. Especializada em esportes a motor, ela oferece uma visão crítica desse mundo particular. Algo raro no jornalismo atual, principalmente no automobilismo.

As reportagens da Autosport conseguem tratar a informação de modo que o leitor sinta-se atraído a acompanhar a edição impressa, mesmo quem lê a versão online diariamente. O segredo? Ela é carregada de opinião, dados e o principal: análises técnicas.

Compreender automobilismo envolve mais do que simplesmente informar, é preciso analisar. Hoje, ela é a revista que melhor consegue cumprir a tarefa de explicar diversas categorias com propriedade. E envolve o leitor com textos bem escritos de feras como Mark Hughes e Edd Straw.

Tudo bem, a Autosport é escrita em inglês e não possui edição brasileira. Porém, ela alcança terras tupiniquins com a versão digital, que está disponível em PDF toda quinta-feira e custa 108 dólares anuais, equivalente a R$ 3,70 por edição. Quantia praticamente insignificante para quem respira velocidade e gosta de ler bons textos, não é mesmo?

3 comentários:

Vanessa Kannenberg disse...

Tu coloco essa capa da revista só pq tá escrito "WILLIams", né? Confessa. haha

aiai, piadinha sem graça à parte, legal conhecer um pouco mais dessa revista, pq eu não conhecia (e tmb não respiro velocidade).

Willian disse...

hehe foi coincidência. É a capa da última edição.

A Austosport, por ser especializada, tem um público bastante restrito. Ela realmente não é muito conhecida por quem não acompanha automobilismo.

Pedro Piccoli Garcia disse...

Também não conheço a revista, mas não lembro de ouvir falar de outra publicação jornalística especializada em automobilismo. A proposta é interessante.